Passo a passo da aplicação de argamassa polimérica

Casas que mudaram completamente (para melhor) após reforma com grafiato
março 16, 2019
Tudo que você precisa saber sobre a máquina de fabricação de cola bloco
março 16, 2019
A argamassa polimérica se tornou um assunto muito comentado nos últimos anos dentro da construção civil — mais precisamente a partir de 2011, ano em que ela se popularizou de fato no Brasil.

Por se tratar de uma tecnologia relativamente “nova’’, muitas pessoas ainda não sabem como é e como funciona exatamente a argamassa polimérica e quais suas vantagens em relação à argamassa convencional.

Para esclarecer possíveis dúvidas, neste artigo você conhecerá um pouco mais sobre a argamassa polimérica, suas características e como aplica-la.

O que é argamassa polimérica?


De maneira resumida, podemos dizer que argamassa polimérica — ou composto polimérico para alvenaria, argamassa sintética e argamassa fina como também é conhecida — é um produto desenvolvido especialmente para substituir a argamassa convencional que é usada nos processos de assentamento de alvenaria de vedação.

A sua formulação original foi publicada a primeira vez em uma revista americana, no início da década de 80, no entanto, a argamassa polimérica se popularizou no Brasil somente em 2011, isso graças ao investimento de grandes empresas pioneiras no segmento.

Em 2017, a argamassa polimérica ganhou ainda mais notoriedade com a publicação da NBR 16590 através da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) que normatiza o uso de componentes poliméricos de assentamento de alvenaria de vedação.

Essa normatização garante aos profissionais da construção civil mais segurança ao adquirir esses tipos de produtos, uma vez que, com isso, as empresas fabricantes do produto devem atender a uma série de critérios e requisitos para fabricar e comercializar o mesmo.

Características


Uma das principais características que difere a argamassa polimérica das argamassas convencionais que são comercializadas em pó, é que ela é comercializada em estado pastoso e pronta (em massa) para o uso.

Por si só, essa característica já implica positivamente em dois fatores relacionados aos gastos da obra. O primeiro é que se economiza mão de obra, já que não é preciso profissionais para realizar o preparo da argamassa.

O segundo é que dispensa gastos com água e areia para a preparação, já que a argamassa polimérica já vem pronta para o uso. Essas são apenas algumas das muitas vantagens da argamassa polimérica.

Composição química


A composição da argamassa polimérica pode conter resinas sintéticas, cargas minerais e outros aditivos como estabilizantes, bactericidas, impermeabilizantes e espessantes.

Os diferentes tipos, quantidade e qualidade de matéria-prima e formulações é o que resulta em diferenças significativas das características mecânicas, de desempenho e de durabilidade dos diferentes tipos de argamassas poliméricas existentes hoje no mercado.

Passo a passo da aplicação


Aplicador: A argamassa polimérica pode ser aplicada com uma bisnaga de plástico ou tecido, com uma pistola de aplicação ou com um equipamento pneumático.

Preparação: É necessário que antes da aplicação os tijolos/blocos estejam limpos e livres de sujeira como areia, graxa, óleo ou algo parecido, isso para não comprometer a aderência do produto.

A aplicação da argamassa em superfícies úmidas pode aumentar o tempo de cura necessário, mas não afetará negativamente a adesão do produto.

Nivelamento: É necessário que a base esteja bem nivelada antes da aplicação de argamassa polimérica. Por esse motivo, o recomendado é que a primeira fiada seja assentada com argamassa convencional, para corrigir quaisquer desníveis que possam existir no piso.

Durante a aplicação: A aplicação deve ser feita em dois ou três cordões de argamassa com aproximadamente 1 cm de diâmetro sobre as fiadas de blocos ou tijolos a serem unidas.

Para a aplicação em azulejos e pisos, com maior concentração de polímeros, utiliza-se uma espátula denteada. A aplicação pode servir para pisos e azulejos novos ou mesmo para sobreposição em revestimentos existentes. Nesses casos, o produto é geralmente fornecido em baldes de 5 kg e 30 kg.

Os preços da argamassa polimérica vão de R$7,00 podendo chegar a mais de R$100,00, mas é claro que tudo depende da quantidade e da marca escolhida.

Por fim, a aplicação da argamassa polimérica é recomendada para assentamento de alvenaria de vedação e blocos estrutural, especialmente para os tipos de bloco:
  • Tijolo cerâmico;
  • Tijolo cerâmico estrutural;
  • Bloco concreto;
  • Bloco ecológico.

Se você gostou desse post sobre aplicação de argamassa polimérica compartilhe-o nas redes sociais com os amigos! Boa reforma!
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *